Pensar antes de agir com Marte retrógrado

Apesar de todos os nossos esforços, podemos entornar o caldo das emoções a partir de hoje, quando o esquentadinho Marte entra em movimento retrógrado no signo de Aquário. Aliás, ele anda tanto para trás que volta a entrar em Capricórnio. Embora não seja inédito, já que é um ciclo regular, ele também é considerado raro, porque ocorre mais ou menos a cada dois anos. Desta vez, ele vai até o dia 27 de agosto. Vamos ver o que isso quer dizer – e como nos precavermos. É textão!

angerwolverine
A raiva é a face mais conhecida de Marte ruim. Nem X-Men supera isso, né, Wolverine? (Fox/Warner/Divulgação)

Normalmente Marte ruim é associado a explosões de raiva e descontrole emocional. Um personagem que sempre encarna essa sombra marciana é o verdão Hulk, que chega a virar um monstro destruidor e quase incontrolável nas suas fases de ira. Desta vez escolhi outro herói: o X-Men mais emblemático, Wolverine. A raiva é a face mais conhecida de Marte nos seus dias ruins, mas não é a única.

Este Marte retrógrado também está cheio de aspectos astrológicos que elevam e qualificam o tom da tensão. Marte já está andando para trás com sua nuvenzinha cheia de raios, e no meio dessa tempestade ainda entram Vênus, Júpiter e Saturno. Todos estes planetas dão a Marte uma tensão sexual intensa que pode se transformar em frustração sexual.

Quando Marte se torna retrógrado, mais do que evitar a raiva, é necessário que pensemos antes de agir. O calor do momento estará mais intenso do que o de costume, então a impaciência será uma marca decisiva neste período. Nossa tendência será de estarmos muito mais impacientes no momento em que a maior recomendação será justamente de… paciência.

A literatura de Marte retrógrado indica que nossos desejos fortes poderão não se concretizar nem fluir, o que nos deixará frustrados – e também não devemos dar início a qualquer ação em busca do que queremos. Por isso, antes de tudo deveremos prestar atenção à repetição de temas e padrões nos eventos e ocorrências da nossa vida para que possamos ver quais de nossos fortes desejos precisam de um trabalho profundo de planejamento antes de passarmos para a ação.

Parece meio teórico, eu sei, então vamos simplificar. Enquanto Marte está direto, a energia de Marte (nossos desejos, ações e até nossa identidade) corre tranquila, forte, segura, até agressiva. Mas quando Marte fica retrógrado, essa energia se internaliza, fica intensa e até mesmo pressurizada como se estivesse numa panela de pressão. Por isso, seja lá o que estejamos fazendo na área da sexualidade, ou na área de nossos desejos pessoais (mesmo sem ter a ver com sexo), precisaremos de um tempo extra para dar uma boa olhada (o tal planejamento) e garantirmos que tudo esteja em ordem antes de ir em frente. Muita coisa pode dar errado, especialmente porque neste momento também temos Júpiter, Saturno, Netuno e Plutão andando para trás. Então, é muito provável que precisemos recuar e refazer coisas para não cometer ou corrigir erros.

Comportamentos marcianos ruins também podem aparecer: raiva, ira, intolerância, violência, abuso (até mesmo sexual). Neste caso, precisaremos lidar e entender que temos problemas com controle emocional. Podemos viver momentos de muita dor e sofrimento pessoal. Mas se lidarmos com estes momentos usando maturidade (nem sempre Marte é maduro) e reflexão, podemos crescer e amadurecer. Aí, quando Marte voltar a ficar direto, poderemos voltar a nos afirmar com confiança e partir para a ação.

Sombra traz machismo e abuso contra crianças

Marte entra na sua fase retrógrada mexendo com nossa vida amorosa, com nossa confiança pessoal e otimismo em geral. São aspectos desafiadores com Vênus e Júpiter, mas o que realmente pode nos pegar pelo pé é a oposição Sol-Saturno. Falaremos mais sobre ela em outro post, mas no momento é bom já ir avisando que isso pode restringir nossa auto-expressão. Exprimir nossa vontade já é difícil com Marte retrógrado, mas a influência do Sol de nossa identidade e do castrador Saturno pode afetar imensamente até nossa energia sexual.

copamachistas
Brasileiros machistas na Copa da Rússia sentiram o peso da sombra de Marte em Aquário: indignação coletiva (Facebook/Reprodução)

Vale lembrar que Marte em Aquário é o guerreiro das causas sociais, o lutador do coletivo. Marte já estava na sua fase de sombra desde 12 de maio, mas é óbvio que esta energia se intensifica à medida que chega perto da fase retrógrada. Digo isso porque a sombra de Marte Rx pode explicar fatos de indignação e mobilização coletiva, como foi o caso dos episódios machistas protagonizados por brasileiros (e outros latino-americanos) durante a Copa do Mundo. O mundo também se indignou com as denúncias de maus tratos do governo de Donald Trump a crianças imigrantes, incluindo bebês, todos separados de seus pais e recolhidos a “centros de detenção”, comparados a campos de concentração nazistas.

Ainda pode haver resquícios de Marte Rx mesmo após 27 de agosto, pois o planeta se mantém na fase de sombra até 3 de outubro, portanto devemos ficar todos atentos. A astróloga Lynn Koider alerta especificamente sobre a última semana de julho, por causa de um aspecto muito ruim entre Marte ainda em Aquário e Júpiter em Escorpião.  Tudo pode ficar fora de proporção. Fiquemos de olho.

Volto a apontar outros quatro planetas retrógrados, o que pode inibir ainda mais a energia marciana neste período. E mais um vai entrar retrógrado durante esta época. Mas não será preciso nos desesperarmos nem correr para as montanhas. O caldeirão estará mesmo muito pressurizado, por isso a receita clássica para “um Marte podre” continua sendo, por exemplo, a liberação desta energia através da prática regular de esportes.

Ah! Cabe aqui um adendo sobre este assunto. Tem um projeto internacional multidisciplinar chamado The Happy Project, que está estudando maneiras mais simples ou baratas de lidar com os maiores obstáculos à felicidade das pessoas. Li um artigo específico sobre controle de raiva e o uso de esportes para deixar as pessoas mais calmas, mais controladas e, em última instância, mais felizes. Os psicólogos descobriram que a chamada prática esportiva de catarse (socar uma almofada, fazer boxe) não exatamente controla nem extravasa a raiva. Os melhores resultados foram percebidos em pessoas que se exercitavam regularmente, não apenas nos momentos de raiva para desabafar. Mas, muito mais importante que isso, os resultados estavam perto do ideal quando as pessoas praticavam esportes com regularidade e com prazer. Portanto, a raiva pode ser controlada mais com endorfinas e prazer do que apenas com adrenalina e suor. Fica a dica para a malhação de todo dia.

Na verdade, porém, fazer aquilo que nos faz feliz nos deixa também mais calmos. É uma grande dica para lidar com este Marte retrógrado, já que ele estará nos azucrinando até o fim de agosto. Mas quem tem Marte Rx no seu mapa natal merece um post especial sobre o assunto.

Fiquem ligados que eu falarei mais sobre isso.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s