A Lua tem cada fase…

Vamos aproveitar a Lua em Áries, signo dos começos, para falar um pouco mais de nosso satélite, que tanto nos influencia a vida diária. Muita coisa já foi dita a respeito da Lua, mas é importante notar que ela nos traz a oportunidade prática de aplicar a Astrologia em nossa vida diária. Veja algumas maneiras de aproveitar mais a influência das fases da Lua.

moonphases-gianni-zanato-unsplash
Entender o ciclo da Lua é chave para saber trabalhar com suas fases (Gianni Zanato/Unsplash)

Temos uma infinidade de livros, blogs e compêndios sobre a Lua, sob diversos pontos de vista – da astronomia de um importante corpo celeste ao sagrado feminino dos símbolos lunares para as mulheres. O mais importante é entendermos que a Lua sempre se refere a ciclos, assim como as marés. Entender a lógica do ciclo lunar é vital para saber como trabalhar com as suas fases.

A Lua Nova começa o ciclo de aproximadamente 29,5 dias, que culmina na Lua Cheia e se encerra na Lua Nova seguinte. Cada ciclo lunar envolve o nascimento, a culminação e a conclusão de algo em nossas vidas. A Lua Nova ou Lua Escura é uma época profundamente mística do mês em que o mundo externo recua e sua energia é atraída para dentro.

Astrologicamente, a Lua Nova significa a conjunção do Sol e da Lua, pois eles ocupam o mesmo signo do zodíaco. A Lua parece ser invisível porque é eclipsada pelos raios do sol. Este é um excelente momento para recuar e refletir sobre o que desejamos criar para o próximo mês. Devemos deixar claro dentro de nós mesmos o que desejamos manifestar. É bom até fazermos uma lista. A época é de renovação e dar início a projetos.

Cerca de uma semana depois da Lua Nova, chega o Quarto Crescente ou Lua Crescente. Do ponto de vista astrológico, o Sol e a Lua formam um ângulo de 90 graus ou “quadratura”. Neste ponto, é provável que encontremos obstáculos ou desafios para avançar com o que começamos. Este é um momento para reavaliar nosso curso de ação e determinar se devemos continuar ou alterar seu caminho.

Nos dias anteriores à Lua Cheia, podemos sentir a energia crescendo. A Lua Cheia ocorre cerca de uma semana após o primeiro quarto de Lua, mas já podemos sentir sua influência por dois dias antes e depois da fase exata. A alta energia estimula a grande produtividade e há uma sensação de que as coisas chegam à culminação ou à fruição. As emoções também estão em alta, conforme documentado por delegacias de polícia, prontos-socorros e pesquisas comportamentais – daí a palavra “lunático”.

A Lua Cheia reflete totalmente a luz do Sol: a nossa visão fica clara e podemos ver os primeiros resultados do que começamos na Lua Nova. Astrologicamente, o Sol e a Lua estão exatamente em frente um do outro, num ângulo de 180 graus. Esta oposição pode trazer novas perspectivas, descobertas e revelações. Se estivermos tentando remover alguma coisa ou alguém de nossa vida – velhos hábitos, peso corporal, um relacionamento desgastado –, é melhor começar este processo um dia ou dois depois da Lua Cheia.

O Quarto Minguante vem cerca de uma semana depois da Lua Cheia. Mais uma vez, o Sol e a Lua estão em um ângulo de 90 graus. À medida que a luz diminui, nós nos sentimos atraídos para concentrar a energia, ficando focados na tarefa diante de nós, a fim de cumprirmos nossos compromissos. Neste ponto, podemos obter os frutos do nosso trabalho. É o resultado final do que começamos há cerca de um mês, na Lua Nova.

Nos últimos dias do ciclo, à medida que a luz da Lua diminui e as pontas soltas vão sendo amarradas, é hora de voltar para dentro e refletir sobre tudo o que criamos. “Ser” ao invés de “fazer” é o mais apropriado durante estas noites escuras, um tempo para descansar e se preparar para o próximo novo começo, pois a Lua Nova se aproxima.

Esquema lógico

Com essa lógica, fica mais fácil entendermos porque a Lua Nova é boa para fazer tinturas e reflexos ou porque não devemos começar dietas muito rigorosas na Lua Crescente. Mesmo assim, recorri a uma das pessoas que mais entende de Lua neste país: a astróloga Marcia Mattos, que todo ano lança um Livro da Lua. Baseei-me em seus livros para fazer uma listinha muito prática e esquematizada de algumas das sugestões para cada uma das fases da Lua do mês.

O quadro com borda verde indica as atividades indicadas para aquela fase da Lua. Então, o verde é um enorme SIM. Já o quadro com borda vermelha contém algumas atividades a serem evitadas naquela fase, é o NÃO. Fácil, né? Agora ninguém mais vai ter desculpa de que não sabe que Lua é boa para cortar cabelo, plantar temperinho ou ir para a depiladora!

1aluanova4quartocrescente2luacheia3quartominguante

Nem preciso dizer que estas são apenas algumas sugestões de atividades mais indicadas para cada fase da Lua. Existem muitas outras, claro. Reparem que tudo que diz respeito à Natureza (plantas, comida, cabelo, ciclos femininos) é extremamente afetado pela Lua. Com o tempo, somos capazes de

Anúncios

One thought on “A Lua tem cada fase…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s