27 trapaceiros que amamos (ou não)

Quem me conhece pessoalmente sabe que sou péssima com mentiras e não engano nem bebês de colo. Mas sou fascinada pelos trapaceiros arquetípicos, bem como sua esperteza e sua natureza insana. Ao ver a reação do meu post sobre esse assunto, descobri que não sou a única.Na verdade, esse tipo povoa muito nossa cultura pop, e alguns deles têm um exército de fãs. Resolvi selecionar alguns deles para mostrar a variedade com que se apresentam e as lições da vigarice. Apesar de não ser uma lista fechada (longe disso!), alerto que é comprida, por isso é um post grande.

Trapaceiros nos mostram que a vida não é simples tipo bem contra o mal, verdades contra mentiras, preto e branco. A vida é uma infinidade de tons de cinza. Também nos ensinam que as coisas raramente são o que parece, que a realidade é mais uma questão de percepção, e que podemos ser qualquer coisa que quisermos, desde que deixemos de lado nossa rigidez de mente e corpo. Comecemos, pois, a visitar alguns desses personagens que têm um lado maior ou menos de trapaça:

loki500

Loki, deus da mitologia nórdica, irmão de Thor, pode mudar de aparência e tem o truque da ilusão, mesmo na versão cinematográfica da Marvel. Enganar é sua segunda natureza, e ele é voltado para se dedicar a si mesmo. No Universo Marvel, ele ascende além das mesquinharias e tem instantes de heroísmo, especialmente com relação à mãe Frigga. Na mitologia, o heroísmo não é lá essas coisas..

trampwithlady

O Vagabundo, do clássico da Disney “A dama e o vagabundo”, é o vira-lata típico malandro. Ele tem a esperteza e ginga de quem se vira nas ruas, e ajuda a pobre e sofisticada cocker spaniel Lady quando ela foge de casa. Trama semelhante aparece em “Aristogatas”, quando um gato vira-lata chamado Thomas O’Malley ajuda a gata Duquesa e os filhotes Marie, Toulouse e Berlioz.

hansolo

Han Solo, de Guerra nas Estrelas, nem sempre foi esse herói lendário. Contrabandista, ele usa a Millenium Falcon (que ganhou de Lando Carlissian num jogo de cartas) com a qual completou a Corrida Kessel em menos de doze parsecs. Hoje ele é pai de família, casou-se com uma princesa, mas devia dinheiro a Jabba e quase pôs a Rebelião a perder por causa de dívidas.

Entre os vilões que combatem Batman no Universo DC, há uma meia dúzia que se utiliza do expediente de humor e trapaça para tentar confundir o nosso herói. A tradução os chama de Coringa, Charada e Enigma, mas um deles (o da esquerda, na versão de Mark Hamill) é chamado precisamente de Trickster, o nome em inglês para o arquético do Trapaceiro. Com a profusão de filmes e seriados, foram muitas encarnações desses vilôes, que variavam do humorista caricato ao psicopata cruel. Sempre foram uma mistura perfeita para um herói que não é tão herói assim…

É interessante observar que enquanto Gollum é chamado de vilão, Gandalf é saudado como herói, mas ambos usam de trapaça e têm suas próprias agendas na Terra Média. Gollum passa todo o caminho até Mordor tentando enganar Frodo e Sam em “O Senhor dos Anéis”. Já em “O Hobbit”, Gandalf tira Bilbo de dentro de sua casa confortável para um aventura com um dragão e 13 anões, mas na verdade, a intenção de Gandalf é assegurar que Sauron fique longe de Erebor, que se tornaria uma fortaleza e poria a perder a Guerra do Anel, décadas mais tarde. Espertinho, esse Gandalf. Não é à toa que ele é chamado Cinzento…

Para o mundo de Harry Potter, nunca houve dúvida de que os trapaceiros eram os irmãos Fred e George Weasley, que infernizaram Dolores Umbridge e tinham a parceira de Peeves (Pirraça), o poltergeits que também é um trickster. Mas Albus Dumbledore também não era totalmente inocente, com muitos atos moralmente questionáveis, para dizer o minimo, inclusive usando Harry Potter para seus intentos. Já o caso de Severus Snape é um arrazoado de cores cinza. Um espião, sempre nas sombras, jamais mostrando suas cores verdadeiras. Aliás, elas só aparecem no fim da história. Sempre foi e será meu personagem favorito pelo mistério e sedução. Ele, sim, tinha 50 tons de cinza. Desculpe, Mr. Grey.

 

Embora Dick Vigarista já tenha a vigarice no nome e o Pica-Pau seja de longe o mais embusteiro desses personagens de desenhos clássicos, Peter Pan e a Pantera Cor-de-Rosa não ficam atrás. Dick Vigarista tenta passar a perna nos concorrentes da Corrida Maluca, enquanto Pica-Pau adora se meter e armar confusões para rir dos outros. É pura diversão. Peter Pan também gosta de deixar o Capitão Gancho em situações embaraçosas, e subverte a ordem ao simplemente se recusar a crescer e viver numa eterna brincadeira, em férias perenes numa ilha paradisíaca cheia de brincadeiras. Num tom mais nonsense e surreal, a Pantera também arma confusões e é especialista em quebrar regras – até mesmo as da física.

Em Piratas do Caribe, série cinematográfica totalmente dedicada ao embuste e à trapaça, os patifes e canalhas estão por toda parte. Nem mesmo a doce Elizabeth Swann escapa de se tornar ela mesma uma vigarista quando se envolve com o lendário Jack Sparrow, capitão do Pérola Negra. Embora haja o Código de Piratas, e punições a quem quebra o código, isso não impede Sparrow nem qualquer outro pirata de ir atrás do que quer e enganar quem for preciso para tal. E é assim que gostamos deles, não é verdade?

Protagonista da mais longa série de ficção científica da televisão, Doctor Who é um embusteiro de marca maior. Ele não se limita a mudar de forma, ele se regenera (não morre) e adquire várias “identidades”. Devido a essa circunstância, o Doutor tem traços diferentes em cada uma dessas encarnações. Sua veia trapaceira ficou mais evidente na encarnação número 11, em que ele enganou Daleks, Cybermen, Zygons e até toda a Igreja do Mainframe Papal. Para tamanho embusteiro, ele tem uma contraparte à altura: a arqueóloga River Song, que muitas vezes o confunde com truques e artimanhas. Uma dupla de respeito. Mas não se engane: todas as demais encarnações do Doutor também têm seus truques. Ou alguém se esqueceu de que o 12 roubou um banco inexpugnável, por um motivo nobre?

Para não me estender muito, antes do grand finale, deixo aqui algumas menções honrosas. O doutor Gregory House, com certeza, fazia das suas no hospital de Princeton, e só era tolerado por sua excelência médica. No seriado “Lost”, um dos sobreviventes se sobressaía pela sua  capacidade de canalhice e rompantes de generosidade: Swayer, um dos heróis trágicos da série. Não é o único. O protótipo do canalha é Flynn Rider, que virou príncipe de Rapunzel no filme “Enrolados”. Ladrão e mulherengo, é um típico trickster. No filme clássico “Labirinto”, o rei goblin Jareth, intepretado por David Bowie, aterroriza uma menina porque quer roubar um bebê. Rumpelstiltskin (aqui na encarnação de Once Upon a TIme)é outro que também quer um bebê (ao menos na história original), e elabora contratos com entrelinhas cheias de malícia. Da franquia “Guardiões da Galáxia”, o herói Peter Quill (ou Star-Lord) foi criado com mercenários e aprendeu a ser um malandro espacial. Também fora desse mundo, o cala-fantasma Peter Venkman (o genial Bill Murray) era um sujeito espertinho, com a ginga do malandro de Nova York, sempre tentando levar a melhor até mesmo sobre os demais caçadores de espectros. Na caça de vilões e crimonosos, o personagem Sherlock Holmes (na encarnação clássica de Basil Rathbone) se utilizava de numerosos disfarces em busca de informações. Para os fãs da ficção científica, o melhor embusteiro de toda série Jornada nas Estrelas foi Q, uma entidade de poderes ilimitados, praticamente uma divindade de um continuum em que todos são seres imortais e onipotentes, mas esse Q gosta de se divertir, para desespero da tripulação da Enterprise.

satanlegend

Satanás, Diabo, Demo, Capiroto, Capeta, Cramunhão, Cão, Satã, Belzebu, Mefistófeles ou Lúcifer. A imagem acima é da encarnação do demônio conforme interpretação de Tim Curry, no filme “A lenda” (1985) de Ridley Scott. O demônio é considerado o maior de todos em embusteiros, o pai da mentira. A sua maior arma é o engano, e ele não tem redenção. Suas intenções são malévolas. Psicologicamente, ele está no espectro do Mal Caótico,e representa nossa Sombra Mais Profunda. É o embusteiro absoluto, o arquienganador.

 Resumo

Como podem ver, há canalhas de todos os tipos. Alguns gostam do caos e  da desordem, e amam viver sem muito (se é que têm algum) respeito por leis. Não significa que eles sempre descumpram regras. É mais uma questão que eles não pensam nem em quebrar regras nem em segui-las, mas sim que as regras jamais serão obstáculo para que eles façam o que queiram.

Muitos deles mudam de forma ou então são mestres do disfarce. Além de adorar a fraude e a mentira, eles também são bons em ilusionismo ou até sugestão hipnótica, fazendo seus alvos se sentirem relaxados com sua voz hipnótica ou seus olhos fascinantes.

A linha tênue entre mentira e verdade nem sempre precisa ser atravessada. Basta que a verdade tenha o mesmo efeito de criar caos ou fazer os outros comportarem-se como eles querem.

E é importante apontar (como vimos acima) que nem toda mentira é má. Podem mentir para proteger pessoas (“A lista de Schindler”) ou para enganar os vilões que realmente queiram fazer mal às pessoas, como o Doutor adora fazer com os Daleks. Os tricksters também podem ser espiões ou agentes infiltrados (como Severus Snape), ou podem ser excelentes contadores de histórias (“Peixe Grande”). Seu charme ajuda a criar pequenas mentiras que fazem algumas pessoas se sentirem melhor consigo mesmas, e com isso eles evitam a dor de pessoas.

Eventualmente, percebemos que os próprios tricksters mentem para si mesmos (não só para outros), fazendo acreditar que eles realmente conseguiram fazer “mágica”. São grandes atores, na verdade, e às vezes confundem a realidade com a ficção.

Você é capaz de identificar algum outro embusteiro entre personagens de séries, filmes, livros, animes, mangás?

Anúncios

2 thoughts on “27 trapaceiros que amamos (ou não)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s